terça-feira, 14 de março de 2017

Podcast Mundo Lixo - Nº 10

Atrasadaaaaaasso, mas postado. Neste episódio eu falo sobre o dia internacional da mulher, tinder, aposentadoria, justiça do trabalho e muito mais.

Confira no Youxota com imagens e vídeos.




Disponível também no iTunes, ou baixe algum app de podcast no Android.


Giro de Notícias




Relacionamentos Lixorosos (Fodas e Relacionamentos)

Casadinhos não transam



----------------------- 

O chat estava atrapalhando o carregamento da página e deixando muito pesado, então eu tirei. Mas quase ninguém usou, então foda-se. Valeu pela audiência!

Abraço do Lixo!

Próximo post sei lá
, anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...

quinta-feira, 9 de março de 2017

Não precisam de um dia, elas já têm tudo

Seres que são tratados como divindades, desde os primórdios da humanidade e têm o poder de controlar tudo e todos, incluindo destruir nações inteiras.

Parece a sinopse de uma série da Netflix, né?! Mas é o mundo real com as mulheres.




Para os haters que podem aparecer por aqui, já aviso que não há misoginia alguma neste texto. Sou apenas um pobre ninguém divagando sobre a vida e as coisas. Aliás, o termo misógino é muito usado hoje, mas eu duvido quem ache um mísero odiador de mulheres no mundo todo. Eu não duvido que exista, mas se existir é um, dois, três... Caras psicopatas e que dificilmente promovem uma "caça às bruxas" ou fazem como a KKK. E não venha com essa merda de "interromper a fala de uma mulher é misoginia", "dizer que uma mulher é vadia é ser misógino"... PQP! Já não basta acusar (falsamente e injustamente) tudo e todos de machista?!


O patriarcado opressor

Eu entendo e até concordo que no passado as mulheres não tinham muitos "direitos". O engraçado é que antigamente, essa supressão era além de cultural, protecionista. E não basta isso tudo ter ficado no passado, é como a história da escravidão: tudo é dívida histórica. Só que pouco se fala de países da Ásia e Oriente Médio, que tratam as mulheres como verdadeiros lixos com base em suas escrituras sagradas (apesar de muitos darem a desculpa de ser cultural). "Hurr mas as mulheres ocidentais não vivem lá, elas têm que falar do que  vivem". Mas não é a porra do Dia Internacional da Boceta? Por que então defendem refugiados e estupradores? Por que se calam diante do tratamento dado as mulheres pela Arábia Saudita, onde não podem se quer dirigir? Por que tudo é culpa do homem branco ocidental?

Essa culpa que nos fazem carregar é destruída por uma simples frase dita há séculos: mulheres e crianças primeiro. Como eu disse, ainda que você mulher não pudesse votar, trabalhar ou sair de microssaia, todos esses "nãos" nada mais eram que proteção. Desde que o homem existe ele entende que sua única função no mundo é proteger a fêmea e a espécie. "Hurr durr isso é mentira, pois só queria proteger sua prole e seus machinhos". Claro que o filho tem muito mais prioridade. No reino animal também é assim e seus pais, os meus e de todo mundo fazem, fariam ou pelo menos deveriam fazer qualquer coisa por nós "filhotes". A perpetuação e sobrevivência da raça é sempre mais importante.


"Nossa ele está oprimindo esta pobre mulher, sniff"


De certa forma você pode entender que a mulher então só serve pra embuxar, certo?! Errado seu bastardo. Dizer "só" já mostra o quanto é errado. Claro que numa visão niilista, biológica e animal, seria só pra isso mesmo. Mas o que eu quero dizer é que, diferente do que nos acusam, os homens e a sociedade não acham que seja um "só" e nem desmerecem isso. Pelo contrário, o poder de carregar uma vida e dar a luz é venerado e tratado como importantíssimo por todas as sociedades já existentes. Além disso, o sexo feminino é adorado mais do que tudo nessa vida.


Os homens adoram as mulheres

Quando eu digo que os homens adoram as mulheres é justamente no sentido de adoração. Não é só amar, eles adoram e tratam as mulheres como divinas. Ainda que eu acredite que o homem deveria ocupar sua mente e produzir, independente de mulher, não é assim que funciona e que sempre funcionou. Tudo na vida da maioria dos homens é feito para mulher, para agrada-la, para impressioná-la e para conquistá-la. No Brasil então, vivemos um nível alarmante de homens adoradores de mulheres (conhecidos pelos termos manginas e escravocetas). Na faculdade tinha um cara na sala que comprava chocolates pra algumas meninas todos os dias, e no dia 8 delas, comprava pra todas. Esse pobre infeliz tinha 34 anos na época e sem dúvidas, um dos homens mais feios que eu já vi. Não preciso dizer que ele não pegou ninguém e continuou virgem. Pelas costas as coleguinhas ainda riam e falavam mal dele. Era de dar pena.


Elas mandam nos relacionamentos

Sempre mandaram. Como vimos, tudo sempre foi feito para prover o bem estar da esposa. Hoje então, quem nunca ouviu de um colega ou parente casado frases como "vou ver com a patroa", "a patroa não deixa", "a patroa isso... A patroa aquilo". O homem sempre se esforça para conquistar uma mulher, com investidas, presentes, jantares... E mesmo os poucos que logram êxito, não conquistaram nada, pois no final são elas que escolhem.


Pior fatality de todos.


Todos os grandes autores, poetas e compositores já escreveram sobre as mulher e sobre o amor por elas. Mas escreveram também sobre inúmeras desilusões amorosas. São vários os casos e relatos de homens que se matam, entram em depressão, perdem tudo por causa de uma mulher. Esqueça casamentos armados e mulheres casando por obrigação. Isso já aconteceu e acontece, mas em sua maioria elas sempre escolheram os parceiros. Somos descendentes de aproximadamente 44% de todos os homens que já existiram. Isso prova que muitos homens não conseguiram procriar e que muitas mulheres escolheram um mesmo homem. Pois é, elas preferem compartilhar um mesmo homem alfa do que ficar com um só pra ela, mas beta. Hoje estima-se que 20% dos homens se relacionam com 80% das mulheres. Temos centenas de casos de amantes, de bigamia e até grupos em redes sociais para difundir o poliamor.

A exigência feminina nos relacionamentos alcança níveis alarmantes. Eu já disse isso nesse post e repito aqui. Dizer isso é se preparar para ser xingado de mal amado, pega ninguém, fracassado sexualmente. Eu não ligo, eu sei que não sou desejado pela maioria, mas também sei que não sou totalmente responsável por esse desprezo sexual. Como eu disse o homem adora as mulheres e por isso a competição é alarmante. Culpa de nós mesmos, claro, mas também culpa delas que exigem de mais. O homem estuda para ter um bom emprego, ganhar um bom salário e poder comprar boas coisas para as mulheres ou para no fim, ipressioná-las. Malha para ficar com um corpo desejável, compra roupas e perfumes caros, compra carro, põe som no carro... Enfim, tudo para chamar a atenção delas e pra cumprir suas exigências.

E a mulher? Só precisa ser mulher. Qualquer feiosa pode ficar mais ou menos graças as centenas de produtos de beleza, cirurgias e procedimentos estéticos. Uma gorda está a menos dois Big Macs de se tornar desejável, e olha que existem caras que adoram gordas. Existem até grupos no facebook de adoradores de gorda. Ou seja, ela é desejada só por ser mulher. Critérios subjetivos como ser legal, honestidade, confiança e etc. só servem pra elas. Apesar que raramente o homem deixa de transar se uma mulher não for legal. Em sua maioria, uma mais ou menos que não enche o saco já basta. O homem também não deixa de transar com uma mulher por ela ser pobre, já o contrário...


Já está no cérebro delas desde cedo huahuahua.


Ainda sobre as exigências, uma mulher que namorou um cara com carro jamais vai querer namorar um a pé. Mulher não regride socialmente. Elas querem que você tenha carro, casa/ap, leve pra sair, pra viajar, e querem mostrar isso tudo pras amigas e pro mundo. Se um cara já proporcionou tudo isso pra ela, o próximo tem que proporcionar o dobro ou inovar sempre. E o amor? E a cumplicidade? Isso tudo vem em segundo plano. Ou nem vem, no caso de jogadores de futebol, ricos e/ou poderosos em geral.

E tudo isso é de certa forma explicado pela ciência. Mulheres querem caras destacados, que exalam poder, que têm dinheiro (dinheiro é poder). Tudo isso como era antigamente no tempo das cavernas, com o macho alfa, o mais corajoso, líder, com mais capacidades de proteger e prover. E há quem diga que isso é machismo. E o pior é que as exigências crescem e elas não querem homem do mesmo nível (social ou físico), sempre querem um nível acima no mínimo. E se você homem tenta ser minimamente exigente, te chamam de baitola e de machista. Eu não posso não querer gordas, pois sou chamado de gordofóbico.


Nem toda violência contra mulher é contra mulher

Hein?! Calma seu burro e sua burrinha, eu explico. Todos os anos ouvimos o quanto os números de violência contra as mulheres cresceram. As mulheres estão sendo assassinadas, espancadas, estupradas, violentadas. Acontece que essas notícias são do Brasil ou da Dinamarca? Entendeu aonde eu quero chegar? Nosso país tem níveis de violência próximos e até superiores ao de países em guerra. Se somente mulheres estivessem sendo vítimas, ok, teríamos que analisar. Mas aqui é salve-se quem puder.




Eu não nego que existam maridos que batem na esposa, namorados, e até pais que batem nas filhas (sem ser pra fins educativos). Assim como não nego que há mulheres que batem também, inclusive mães matando filhos, espancando, etc. Sobre a violência de marido ou namorado, ainda temos uma grande questão que não fui eu quem elaborou, então não me culpe: mulher gosta de apanhar? Quando você pergunta isso logo é acusado de machista e misógino, mas a resposta é sim, parcialmente. Não vou ficar toda hora repetindo que não são todas, vão tomar no cu! Se a carapuça não servir é só não colocar.

Mulheres gostam de homens violentos, primeiro por que elas não sentem atração por caras bonzinhos. Não vêem graça nenhuma e não sentem que eles possam exercer liderança ou ter poder. O homem violento mostra que age como um verdadeiro animal e na cabeça delas, ele estaria disposto a defender seu lar e sua prole sem medo. A maioria (adolescentes principalmente) acham isso muito excitante e acham que serão especiais. Depois que apanham ou sofrem abusos, aí a maioria não gosta e vai tentar dar um jeito de se livrar do cara, mas pode ser tarde. Outras nem querem sair desse status de síndrome de Estocolmo.


As leis são totalmente a favor das mulheres

Não adianta gritar fora Temer. Ele só quer mudar a previdência por que o Brasil está quebrado, então se as mulheres tiverem que aposentar igual os homens, isso não tem nada a ver com um ataque às mulheres. E podem é agradecer todos esses anos com o benefício de aposentar mais cedo.

Mesmo o Brasil sendo uma zona de guerra, só a família de mulheres consegue que um assassino pague mais tempo na cadeia. O homem não tem uma lei de assassinato de homens. E nem queremos, queremos que a pena seja dura, independente se matou homem ou mulher.

A cada dia cresce mais e mais as denúncias de falsos estupros. Temos casos de home que foi preso e pegou HIV na cadeia e depois viram que ele era inocente, casos de jovens assassinados por pais, namorados ou linxados pela sociedade e depois quando vão descobrir, já é tarde de mais, enfim, várias denúncias falsas. E a palavra do homem não vale de quase nada. Aliás, se você estiver bêbado e transar com uma mulher bêbada, ela pode te acusar de abuso e ela será considerada como vítima pois não sabia o que estava fazendo, mas o homem, mesmo estando bêbado também, para a justiça e sociedade sabe sim o que está fazendo.


Menina deu pro namorado e outro se fodeu por 16 anos.


Separações e divórcios pecam ao tratar todas mulheres como vítimas. Quantos homens não perderam casas e muito dinheiro, entregues de bandeja para ex? Lembrando que Só existe um tipo de prisão por dívida no Brasil e, na verdade, só esse tipo prende com rapidez, até mesmo cantores e atores famosos: a prisão por não pagamento de pensão. Não vou negar que existem casos e casos, mas desses, vários são de homens de bem que não têm condições de pagar pensão (muitas vezes em valores absurdos) por que o Brasil é um lugar maldito. O cara vai preso e a situação só piora, por que ninguém ganha dinheiro estando preso e depois de fichado aí que fica mais difícil arrumar emprego. Outra coisa foda é que não existe um controle do que é gasto. A mulher praticamente não é obrigada a prestar contas de como usou a pensão. Não são raros os casos em que o cara paga até escola dos filhos e a mulher bota em escola pública. Fora os pais que são impedidos de ver o filho.


A liberdade sexual da mulher é plena, mas sua pureza sempre será mais valorizada

Como elas mesmas dizem: se quiserem dar no 1º encontro dão e foda-se. Elas vão pra micaretas, baladas e mais baladas, frequentam clube das mulheres, saem com mais de um cara, estão vivendo a vida sem limites. Onde está a proibição? Mas não venha querer que todos achem isso bonito. E você mulher pode sair com sua microssaia e ninguém tem o direito de estuprar, mas tente dar esse discurso pro bandido na hora H. Não adianta criarem uma marcha chamada vadias só por que um policial falou pra tomar cuidado com roupas curtas. É mesma coisa de eu criar a marcha dos sem noção, se um policial falar que eu vou ser assaltado se ficar saindo de relógio de ouro todo dia.

Aliás, ninguém condena ou obriga uma mulher a ser casta, pura ou ser minimamente respeitável no campo sexual. Mas as que são (tirando minha mãe, não conheço outras), serão sempre valorizadas. O que tem de ruim nisso? O fato de todos os homens venerarem uma mulher virgem deveria ser motivo pra ter mais virgens, mas não, elas ficam bravas com esse status.


Fracassado, perdedor, pega ninguém...


"Ah mas os homens podem sair pegando qualquer uma, que ninguém fala nada" então se o homem é um lixo, vocês querem ser também? Eu nunca vi alguém querer ser comparado negativamente como nessa questão. Ninguém fala nada do homem por que já sabem que ele não presta, e também por que no sentido biológico da coisa um homem pode engravidar quantas mulheres ele aguentar em um único dia apenas, já a mulher só pode engravidar de um cara a cada 9 meses.


As oportunidades de trabalho são "iguais"

Mulheres recebem menos que os homens. Essa é a frase mais mentirosa do último século. Pode até ser que uma ou outra empresa no Brasil e no mundo paguem menos, mas se o fazem, estão agindo contra lei e devem ser denunciadas para o Ministério do Trabalho.

A verdade é que nego pega um médico e compara salário com uma enfermeira. Pegam dados maquiados e sem sentido, de profissões diferentes e dá nessa falácia aí. Que empresa que vai pagar salário diferente desse jeito? Só se quiser levar multa e se ferrar na justiça bonito.


Preciso explicar que nem as mulheres gostam de futebol feminino e que por isso essa merda não dá dinheiro?


As mulheres possuem ainda muito mais chances no mercado de trabalho atual. E muitas vezes conseguem sim só pela beleza, charme e etc. As leis trabalhistas também estendem inúmeros benefícios.

E não existe data mais fail que esse 8 de março. Pra quem não sabe, um dos maiores motivos pra escolha da data foram as péssimas condições de trabalho na indústria, que culminaram em um incêndio em uma fábrica em Nova York em 1911. Morreram 123 mulheres e VINTE E TRÊS HOMENS CARALHO! Trabalhar na indústria naquela época era uma desgraça pra todo mundo. Até criança se fodia legal.


Conclusão

Ainda há muito o que falar, mas o post já está enorme. Não acho que precise dessa comemoração, assim como não comemoro quase nenhuma data. Se for dar essa importância toda, teremos que comemorar com a mesma ênfase todos os dias, como o do índio, da consciência negra, e até do homem. Mas não vai rolar, por que é chato e não faz sentido. O mundo todo está doente e precisando de ajuda. Não são só as mulheres que sofrem e não existe sofrimento maior ou menor no geral.

Existe grande incoerência ao dizer que a mulher não podia votar no passado, quando na verdade por um bom tempo nem o homem pobre podia. Dizem que não podiam estudar, mas mais uma vez o estudo era também coisa de rico. As incoerências atuais passam por denúncias de objetificação da mulher em uma música, e ao mesmo tempo elas dançam a música na boate e querem dar pro cantor, e ainda arranjam a desculpa "a mulher faz o que quer", "meu corpo minhas regras" etc.


"O homem trai, o homem é canalha hurr"


Acho que todo homem já pensou, ao menos por um segundo, em constituir uma família. Sonhou em ter uma bela esposa, pra amar, respeitar, cuidar e ser feliz. Por que é isso que achávamos o certo e que no passado nos trouxe até aqui. Mas a destruição dos valores e os movimentos de libertação sexual, a hipergamia e a hipersexualidade extremas estão destruindo aos poucos as sociedades. Países como Japão já sofrem desse mal. Jovens preferem robôs, animes, desenhos. Eu sou um que no futuro pretendo comprar minha robô sexual. Na Europa a situação também é grave e os muçulmanos estão na espreita, com suas variadas mulheres e trocentos filhos, prontos para dominar e impor suas leis retardadas com a finalidade de acelerar o fim do mundo e Alá nos resgatar.

Mesmo eu sendo muito crítico em relação ao comportamento feminino, ainda percebo que muitas das mulheres não estão comprando esse discurso feminista mais. Elas sabem que mandam na bagaça toda, que conseguem vencer na vida e que estão longe de serem oprimidas. O problema é que mesmo sem comprar o discurso das sovaco peludo, você conta nos dedos as conservadoras e que acreditam em valores morais, éticos e não são hedonistas ao extremo. Alguns nem acreditam em mulheres de direita e/ou conservadoras. Eu já nem sei mais em quê acreditar, mas pode ter certeza que estarei aqui para relatar.

----------------------- 

Conto com seus comentários para complementar este texto e chegarmos juntos a lugar nenhum.

Abraço do Lixo!

Próximo post podcast no FDS (se der caralho)
, anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: Quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: Todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...

segunda-feira, 6 de março de 2017

Podcast Mundo Lixo - Nº 09

Neste podcast eu falo sobre como pode ser nojento namorar, como tudo envolvendo PT é merda, mulheres gastadeiras, atração por bandidos e canalhas e mais.

Está curtinho e assistindo pelo Youtoba tem algumas imagens lixo 😏




Disponível também no iTunes, ou baixe algum app de podcast no Android.


Giro de Notícias







Buças no Pedestal (Mulheres e suas insanidades anormalidades)





Lixo a Lixo (Cotidiano)




Pão e Lixo (Política)



Relacionamentos Lixorosos (Fodas e Relacionamentos)


----------------------- 

Abraço do Lixo!

Próximo post quarta-feira (08/03) "Não precisam de um dia: elas já têm tudo"
, anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: Quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: Todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...

sexta-feira, 3 de março de 2017

Atualização Patrimonial e Considerações sobre o Mês - Fevereiro/17

Mês de bons rendimentos e em que saí de casa (leia-se, socialmente) depois de praticamente dois anos. Mas continuo solteiro e sozinho, porém sem risco de ser preso.




Finanças:

Algumas compras no cartão ainda estão altas. Não gosto de publicar gastos aqui por questões de privacidade e também por que não acho tão interessante, mas pra você ter uma ideia esse mês foram mais de 400 dinheiros. Claro que tenho colegas que gastam mais de 2000, mas eu sou um assalariado imundo, então é um gasto bem alto pra mim.

Não aportei em nada, só deixei no banco a grana e estou deixando os investimentos andando. Ainda estudando o que faço com meus cerca de 11 mil no banco.

Distribuição Aproximada

Renda Fixa: 34,20%
Variável (Ações): 37,98%
Dinheiro: 29,51%

Rendimento

Renda Fixa0,93%
Variável (Ações)6,34%
Dinheiro0,60%

Resultado geral: alta.


Clique para ampliar se necessário. Com direito a PPK rosa salvadora.


Blogosfera: 

Lixo: Foram 4 posts, fora o de atualização. Um dos mais acessados foi o polêmico "Deus odeia todos nós". E olha que depois que escrevi eu percebi que faltou muita coisa a ser dita. Talvez role um parte 2 no futuro.

Mês em que voltei com o podcast e teve uma repercussão bem legal. Vou continuar fazendo sempre que possível, e devem sair durante o FDS (sexta, sábado, domingo e se eu atrasar tudo, segunda e foda-se). Tem uma galerinha me mandando e-mail e inbox na fanpage. Se quiserem mandar pra eu ler no podcast pode enviar e coloque no assunto "ler no podcast". Todos os contatos estão no final deste post.

Estou fazendo uma varredura dos blogs no blogroll. Têm blogs que sigo e que, inclusive, me pediram para adicionar e não me adicionaram. Então quem não me colocar no roll, não vou colocar também. Igual uma criança mimada, mas foda-se! Caso queira ser adicionado é só deixar comentário.

Outra novidade é um chat ridículo que vi vários blogs e sites colocando e resolvi por também. Está ali do lado e vai ficar de teste por enquanto. Você pode conversar ali e talvez até encontrar uma gatinha lixosa (mais de 100 mulheres visitam meu blog mensalmente. Obrigado, meninas. Só não venham me hatear só por que não sou alfa canalha).

Recomendações: Sempre que eu ver algum post bacana, vou recomendar aqui. Acho que já tem até algum blogueiro que faz isso, mas esqueci aqui se é o Maluco ou Noimon, sei lá, quando lembrei já tinha copiado kkkk.

O Uó mandou muito com um mapeamento de blogs que "morreram" mas não foram "enterrados". São blogs que pararam de ter atualização, muitos sem explicação, mas que continuam online. Confira aqui.

Também gostei do seu post hiper-mega-ultra-explicativo sobre o imposto de renda. Eu não teria que delcarar essa merda, pois sou um pobre fodido, mas como tenho ações vou ter que fazer. Já estou cansado só de pensar, mas lá no Abacus você confere boas explicações. Confira aqui.

Também li bons posts do Pobre Diabo, que já virou sensação haha (mas posta tanto que não consigo escolher um kkkk), Stifler Pobre e Burguês. Um blog novo é o do Odiador Anônimo, que parece estar somando contra esquerdistas, feministas e outros istas que infernizam nossas vidas.

Você pode conferir ainda mais posts bacanas no meu blog roll.


Estudos/profissional: 



Dei uma boa descansada do trabalho, graças ao feriado e folgas que tinha na casa. Estudei bem pouco em fevereiro e estou bastante ansioso sobre meu futuro. Estou cogitando várias coisas e acaba que fico um pouco inerte, sonhando acordado.

Corpo e saúde: Chutei o balde na semana de carnaval, mas no resto manti uma alimentação minimamente saudável. Continuo recebendo elogios e piadinhas sobre como estou grande e forte. E eu não estou assim como imaginam. Acontece que um shape +/- e roliço é muito melhor que shapes morféticos.

Uma conhecida me parou no mercado e me disse que ficou um tempo vendo se era eu mesmo, pois estou diferente e grande. Lógico que pensei "grande vai ser meu pau no seu cu sua fdp!", mas nem dei muita ideia, pois mesmo quando elas te elogiam você pode se foder. Dão corda até você ficar doido pra comê-las e elas aumentarem seu leque de homens, e não escolher você no final das contas. Mas confesso que é bom ser elogiado. Por isso muitas mulheres vivem com um sorriso estampado no rosto. Se eu tivesse a auto-estima de 10 Megan Fox's eu também teria.

Vida social: No post de carnaval você deve ter percebido que fui mais suave, contando apenas um pouco da minha experiência e dizendo que às vezes temos que ter mais parcimônia e equilíbrio com as coisas. Lembrando que o carnaval que sou acostumado é de interior, de cidades decentes e não essas merdas de carnaval pipoca de salvador (procure no youtube).

Mas estou um pouco com esta visão agora, por que fiquei quase 2 anos sem sair, sem socializar, e não me fez tão bem quanto eu imaginava que seria. Além disso, minha vida está passando e eu dentro do quarto. É bom, eu sou bem caseiro também e leio, vejo filmes e séries, jogo games, etc., mas é muito difícil você blindar seu cérebro, trabalhar seu emocional, a ponto dele não sentir falta de pessoas, de cerveja kkkk e de saídas. 

Não estou dizendo pra virar um baladeiro, mas apenas ser mais aberto a propostas. Pelo menos eu comecei a fazer isso. Não chamo ninguém pra sair, mas vou começar a aceitar um outro barzinho, churrasco ou alguma festinha fedorenta se eu estiver no clima. Se você não curte nada disso, não force. Mas talvez uma pelada, uma viagem, um almoço... Sei lá. Eu experimentei o modo zumbi em um nível elevado, e agora quero maneirar um pouco.




É necessário ter bons colegas também, não adianta ficar saindo com chimpa que tiram a camisa na balada, tem gol com caixa de som ou é babacão contigo. Enfim, eu saí nessa última semana, mas não fui no carnaval, saí só pra bares e festinhas em casa de colegas de golo. Não peguei e nem cheguei em mulher. Tenha isso em mente também. Sair tem que ser por que você quer curtir ou se tem certeza que vai pegar alguém, ok. Mas sair com expectativa de pegar mulher é gerar frustração.

NoFap: 28 dias, mas claro que caí no feriadão. Mas foi uma evolução. O problema é que em vez de bater uma só no feriado, bati como se estivesse no meio de uma orgia carnavalesca bizarra. Voltei dia 01 e vamos continuar contando. O objetivo é conseguir manter 90 dias de mínimo, vamos ver.

-----------------------

E o seu mês de fevereiro como foi? E o carnalixo?

Abraço do Lixo!

Próximo post FDS se der, com o podcast
, anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: Quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: Todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Carnalixo: Eu já fui um Macaco no Carnaval

Por incrível que pareça, eu não sou e nunca fui totalmente contra o carnaval.





Carnaval na adolescência

Se me lembro bem, eu ainda era um macaquinho feio e desnutrido quando comecei a frequentar o carnalixo da minha cidade. Eu tinha por volta dos 14 anos e dificilmente podia ficar na rua até 0h. Como eu era feio e um pouco tímido, foi perder o BV só por volta dos 14, 15. Olhando hoje, e comparando com diversos lixos que frequentam o blog, pode até parecer que foi uma idade normal. Tem caras que nunca beijaram uma mulher mesmo depois de adulto. Só que no meu círculo social, a maioria com 12 anos já tinha beijado e com 14 já pegavam todas as menininhas do colégio.

Então, essa época do ano era uma das únicas oportunidades que eu tinha de tentar ser menos lixo perante amigos e minha mente de jovem idiota. Lembro que na época não tinha tanta fiscalização de menores e de bebidas, então era só achar alguma gatinha meio tonta, era só chegar em várias... É carnaval! Todo mundo pega alguém. Errado!


Eu fazia muito sucesso com essa daí... A garrafinha de maracupinga.


Na época eu andava com amigos de bairro e de escola, em sua maioria negros, estilo malandragem. E eu até fui assim, só que eu ainda tinha aquela cara de beta bonzinho, então várias preferiam pegar os malandros e eu acabava sobrando. Claro que cheguei a pegar algumas menininhas, mas lembro de chorar no meu quarto sozinho no final de um carnaval onde eu não peguei simplesmente ninguém. E se você não pegasse ninguém era chamado de PN (pega ninguém, pega ninga) e zoado pela galera toda por dias, meses e anos. Então, por um lado eu me divertia com amigos, estava vivendo a adolescência, mas por outro eu não me encaixava por ser feio, um pouco tímido e burro e não fazer a linha malandro canalha.

A minha adolescência e época de criança foi muito boa, não me arrependo de quase nada. Mas, penso que talvez se tivesse crescido em um ambiente mais classe média eu teria participado de outras coisas, viagens, festas diferentes e menos um pouco essa macaquice de álcool, axé e pegação. Também não tinha tanta pressão na época por estudos e eu malandrei muito, sem que meus pais se importassem tanto. A culpa maior talvez seja minha, mas é engraçado como naquela época eu tinha muitos colegas e amigos pra ocupar o tempo com bobagens e hoje se eu me trancar no quarto dificilmente alguém me liga.


Carnaval na vida adulta

Mulheres que eu pegava na adolescência, que eu comecei a pegar de vez em quando e que eu nunca peguei praticamente.


Em dado momento da minha vida imunda, lá pros 17 anos, eu me mudei de casa e já estava desesperado para começar a trabalhar, visto que minha família estava afundada em dívidas e a pressão por dinheiro e status encima de um jovem chimpa é descomunal. Inevitavelmente eu me afastei de vários amigos da adolescência e comecei a ter mais amigos brancos e de classe média.

Com meus 18/19 anos consegui o primeiro emprego e foi aí que eu "curti muito" e ao mesmo tempo me fodi muito. A maioria dos meus amigos classe média brancos eram sustentados pelos pais. Não eram ricos, e por diversas vezes eu tinha mais grana que eles, visto que eu trabalhava e tinha um salário só pra mim praticamente. Mas, no geral todos ganhavam de mim em tudo: beleza, casa, família grande e unida, viagens, etc.

A pressão por pegar mulher nessa idade, e com essa nova turma, era de certa forma aceitável. Tinha um ou outro que pegavam geral, e eles competiam entre si, não enchiam muito o saco de quem não pegava ou pegava poucas. O convívio e o ambiente social era muito propício a fazer novas amizades e conhecer novas pessoas, novas mulheres. Na adolescência a gente jogava bola e conversava na rua e só. Só conhecia as meninas do colégio e pra conhecer meninas novas era só carnaval mesmo. Nem internet tinha direito e eu só fui ter depois de velho.


Eu já pintei o topete kkkkkk


Então, é claro que eu pensei que tudo que havia sonhado na adolescência iria começar a se realizar: festas, sexo, curtição e sucesso. Errado de novo! Eu frequentava várias festas, churrascos e etc. No carnaval ia pra cidades semi-boas com a galera. Bebia todas, vivia a vida sem limites, mas nem por isso estava sendo do jeito que eu imaginei.

Não vou mentir, peguei muita mulher nessa época. De vários carnavais que passei, um ou outro eu não peguei mulher direito, sendo que teve ano de pegar mais de 20 em um dia. Acontece que durante um tempo foi até legal e pra muitos isso pode parecer coisa de alfa, mas beijo era apenas beijo. Ainda tinha uma importância muito maior. Na adolescência então nem se fala, valia ouro. Tinha aquelas coisas de beijar atrás da escola, da igreja, de tentar passar a mão e a menina tirar e etc. Hoje os adolescentes e as pessoas em geral estão transando e não tem mais isso de beijar só. Tem cara que já conta quantos boquetes ganhou no carnaval.

Enfim, a maioria que eu beijava no carnaval e também em baladas eram submedianas e às vezes medianas. Notas 7? Dificilmente. 8 e 9 eu nem lembro. E eu nunca comi ninguém no carnaval. NUNCA. Hoje isso é comum e, mesmo na época, alguns amigos transavam e a gente ficava sabendo de várias putarias que aconteciam. Eu só conseguia beijar algumas em festas, carnaval e círculo social, por que com o tempo deixei de ser um pouco tímido, sabia ser piadista e sarcástico e não aparentava ser um mendigo. Com minha graninha eu podia comprar bebidas, roupas mais ou menos e pagar as coisas (mas eu não pagava bebida pra mulher nem fodendo, mesmo ainda sendo um chimpa completo).


O lado bom do carnaval pra mim



Mesmo eu sendo quase um completo fracasso na parte que interessa (pegação), eu curtia e não descarto curtir futuramente. Eu odeio o meu trabalho e o mundo trabalhista com a força de mil favelados fazendo arrastão na praia, então essa época era pra mim a maior libertação do mundo trabalhista. Era também a única possibilidade de mudar um pouco de ambiente e de viajar, pois minha família nunca viajou comigo e eu nunca tive companhia para viajar em outras épocas do ano.

Tem vários retardados que falam que vão pra dançar, pra ver o movimento e outras coisas que não fazem sentido no meio de um ambiente micareta. Então, é claro que a maioria está ali pra pegar alguém ou no mínimo para o "vai que...", se aparecer alguém interessante ou uma oportunidade que meu cérebro retardado grite mais alto, esqueço que "vim pra pular carnaval" (pular carnaval é muito tosco kkkk). Eu também ia pra pegar mulher. Assim como na adolescência, continuava a ser uma oportunidade de pegar mulheres mais dispostas (bêbadas, traindo, loucas ao extremo e até feias) a ficar com um feio como eu.

Meus amigos, apesar de não serem exatamente amigos, são legais e eram legais na época. São os verdadeiros colegas de golo, mas eram bons colegas. Então, por mais chimpa que pareça, era legal curtir com eles e zoar com o gado, num verdadeiro espetáculo Pão & Circo. Tudo isso proporcionado por doses cavalares de álcool, é claro. Pra quem não bebe nada de álcool, não faz sentido nenhum passar carnaval de rua.


Conclusão

Hoje eu tenho uma visão muito diferente das coisas, não pego mais barangas (talvez beirando o coma alcoólico eu pegue), sou mais responsável, gosto de economizar e aportar e tenho pouca paciência para várias chimpagens que acontecem no carnaval. Quando você vai ficando mais velho, também fica mais cansado e desanimado. O álcool parece um legítimo veneno para seu corpo e os momentos caseiros são tão bons ou melhores que baladas, churrascos, saídas em geral.

Mas, a vida não faz sentido nenhum e a gente não sabe o dia do amanhã. Não é pra ser um carpe diem retardado e nem pra justificar falhas de caráter como vadias imundas que traem o marido e fazem gangbangs. É pra tentar achar um equilíbrio. A independência financeira ou a semi-if devem ser buscadas, mas dependendo de como for sua vida, é melhor "sobreviver" um pouco lá fora do que só no quarto.

Muita gente fala que festas, carnaval e esses ambientes são falsos, ilusórios, e de pessoas que estão ali fazendo que são felizes. Mas, eu acho que é justamente pra isso que esses ambientes servem. Pra você esquecer um pouco a vida miserável e imunda, pra afogar as mágoas, pra jogar conversa fora e pra fugir um pouco dos seus medos diários.


Às vezes beber só no quarto chorando não é o bastante.


Eu tenho começado a pensar que temos que ter mais equilíbrio em nossas vidas. Claro, que tudo depende do seu gosto. Se não gosta de ambientes como carnaval e baladas, nem mesmo bêbado, não frequente! Tenha em mente os princípios e regras já faladas várias vezes no mundo da real, do MGTOW, da blogosfera de finanças e de outros canais e ajuste com o que for melhor pra você. Não coloque mulheres no pedestal e não gaste mais do que pode. Hoje meus colegas de golo também estão mais centrados, muitos estão namorando, correndo atrás da carreira e um ou outro ainda fazem merdas como descolorir o cabelo ou a barba no carnaval kkkk. Se você tem colegas que não são chimpas ao extremo, vá lá e saia uma vez quando eles te chamarem.

Enfim, tudo depende de como está sua vida e de como você quer sobrevivê-la. Eu tentei por várias vezes abandonar meu passado, largar o álcool completamente, viver só de estudos e de coisas ditas produtivas, mas não deu pra mim. Se você não sente falta nenhuma de sair, não saia. Mas, mesmo para outras coisas da vida que você abandonou quando se tornou um homem melhor, se alguma delas te faz minimamente bem, se houver equilíbrio, não vejo por que não. 

O ideal seria buscar um estado mental de equilíbrio e satisfação, sem cair na matrix da vida e sem se colocar pressão ao extremo. Essa pressão por sucesso e essa mania de nos comparar com os outros a todo momento, também é prejudicial. De todas as chimpagens que já fiz, de tudo que eu falei neste post, o que eu mais me arrependo é de não ter aproveitado os momentos apenas pelos momentos, e de ter ficado martelando minha mente com desejos em excesso por pegar mulheres e fazer bonito para os outros.

----------------------- 

E o carnaval pra você? Como era, como é? Você acha que é possível equilibrar uma vida fora e dentro da matrix?

Abraço do Lixo!

Próximo post quarta (01/03) 
Atualização Financeira e Considerações sobre o mês, anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...

Podcast Mundo Lixo - Nº 08

Depois de "anos", volto com um novo episódio de péssima qualidade sonora e de produção, mas trazendo mais casos de ódio aos homens, Papa, Trump e as merdas de sempre no Brasil.





O iTunes tá me dando muita dor de cabeça, mas assina lá que já já estará tudo em ordem. Link na descrição, procure na iTunes Store ou baixe o Podcast Addict no Android.

Link das notícias:

Buças no Pedestal (Mulheres e suas insanidades anormalidades)





Lixo a Lixo (Cotidiano)





Internaciocaos (Mundo)







----------------------- 

Se inscreva lá no canal e se puder dê like hurr durr youtuber de merda hurr

Abraço do Lixo!

Próximo post HOJE AINDA (25/02), logo mais a noite 
"Carnalixo: Eu Já Fui um Macaco no Carnaval", anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...


sábado, 18 de fevereiro de 2017

Netflixo - Resenha "iBoy"

A sugestão para sua noite de sábado deixar de ser um fracasso com vodka barata? O filme "iBoy".



O filme

iBoy é um filme de suspense e drama que conta a história de um adolescente e sua jornada para se vingar de bandidos imundos e, ao mesmo tempo, vingar o que fizeram com sua paixonite betística.

Este é um filme britânico baseado no livro homônimo de Kevin Brooks, e até fiquei curioso em ler, pois todo o enredo é interessante e poderia até mesmo virar uma série ou mini-série.

É mais um original Netflix novinho (2017) e conta com o Bill Milner (Son of Rambow; X-Men: Primeira Classe) como Tom e a gatinha nota 6/10 Maisie Williams (Game of Thrones; The Falling) no papel de Lucy. A direção é de Adam Randall (Fim do Jogo), e a classificação é 16 anos, então se você é um lixo juvenil, não vai pegar no seu Netflix Kids.




Por que é bom para lixões

Se você não gosta do tema herói e poderes, além de ser gay, não vai gostar do filme. Para o resto, não poderia ser melhor. Além disso, Tom é o típico beta/nerd da escola, apaixonado por sua "melhor amiga" e está meio que na friendzone. É um tema muito batido e chato, mas lixos como eu sempre se identificam com isso e ficamos torcendo pelo betinha se dar bem.

A princípio parece que o Tom é um trouxa que não tem coragem de chegar na sua paixonite, mas depois você vai percebendo que ele provavelmente tomaria um fora se chegasse. Ele não tem nada de destacado, só é um nerd bonzinho. Mas, depois de virar herói, nem a Princesa Arya Stark resistiria.


Arya. Eu pegaria fácil.


O enredo é bem animado e não demora muito para a merda central acontecer. Lucy é vítima de alguns bandidos encapuzados e Tom não consegue fazer nada para ajudar, e ainda leva um tiro na fuça. E é a partir daí que ele desenvolve alguns poderes interessantes, que misturam tecnologia como no jogo Watch Dogs, e outros mais dignos de Marvel ou DC Comics. Com isso, ele parte para uma caçada atrás de descobrir quem são os canalhas e como fodê-los sem KY.

Vamos manginar? Destaque para a Maisie Williams no papel de Lucy e não uma loirinha da pepeka rosa. Ficou muito mais bacana e natural. Aliás, ela faz muito o tipo de namoradinha dos betas lixosos, com seus 19 aninhos e 1,55m na vida real. Uma ótima nota 6/10, que depois de apaixonado você elevaria para 7,5/10 fácil kkkkk.


Perfeitos um para o outro, mas na vida real ela só deve querer bombados altos.


Conclusão

Tem ação, tem suspense, tem drama, mas também tem um tema batido. O desenvolver do filme é bem melhor do que o final, confesso, e por isso a nota vai ser 3/5 na lixeira de ouro. Mas ainda assim vale muito a pena assistir (trailer abaixo) e o link é esse aqui (Na Netflix lógico né seu palhaço, pra achar pirata você que navegue). 







----------------------- 

Já assistiu? Se assistir, comenta aí o que achou e não deixe de conferir os recados abaixo.

Abraço do Lixo!

Próximo post sábado que vem (25/02) 
"Carnalixo: Eu Já Fui um Macaco no Carnaval", anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - Todo dia 1º
Posts especiais: quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);
Podcast Mundo Lixo: todo FDS (ou quando der);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...